Os riscos de uma promoção a chefe.

By

Durante muito tempo fui assinante da revista Exame, da Editora Abril, e lembro que uma vez foi feita uma reportagem sobre o comportamento das pessoas quando são promovidas.

Pessoas que eram consideradas companheiras e amigas se transformavam após serem promovidas a cargo de chefia. A pressão do cargo e a cobrança por resultados elevam o stress e fazem a pessoa ficar irracional.

Antes de entrar para o Serviço Público eu trabalhei por 21 anos em um grande banco de controle internacional e lá pude conviver com muitos chefes.

Nesse período fui promovido muitas vezes e exerci diversos cargos de chefia. Para melhorar meu desempenho fiz, por conta própria, muitos cursos: relações humanas, comunicação, negociação, programação neurolinguística e também li muitos livros que ensinavam como chefiar.

Também fiz pós-graduação em administração de empresas. Digo isso para salientar que chefiar é uma atividade muito difícil.

Na iniciativa privada os maus chefes acabam sendo punidos por suas próprias atitudes, pois suas equipes não rendem o esperado e com isso há um controle de qualidade invisível, mas que funciona.

Na reportagem da revista Exame era dito que muitas vezes as empresas promovem um excelente funcionário para um cargo de chefia sem verificar se ele está preparado para a função. Nesse caso acabam prejudicando o funcionário e também a empresa, pois perdem um excelente funcionário que não estava apto para galgar novo posto.

Nem sempre um funcionário com ótimo desempenho individual tem vocação ou formação para exercer a chefia, por isso, antes da promoção, deve ser preparado e acompanhado. Assim ganham o empregado e também a empresa.

Por isso você deve se preparar para assumir novas funções e isso deve ser uma atitude particular, não espere que a empresa vá lhe formar.

Comandar pessoas é desgastante e a cobrança das empresas por resultados faz o trabalho ser ainda mais pressionado. Temos que estar preparado para absorver a pressão e não levar para o ambiente do trabalho para não contaminá-lo e causar a diminuição da produtividade.

Por vaidade, ou até mesmo pela melhoria salarial, dificilmente iremos dizer que não estamos preparados para o cargo que estão nos oferecendo. Vi muitos colegas perderem o emprego alguns anos depois da tão sonhada promoção.

9 comentários:

  1. Saudações!
    Um memsagem muito esclarecedora, conscientizadorae educativa...Penso até que é uma arte!
    Gostei muito!
    ABRAÇOS!LISON.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Catarino!
    Como sempre, você está nos trazendo ótimas informações.
    Seu trabalho é excelente.

    ResponderExcluir
  3. Ui apagou td!!!

    Comentando dnovo.. eu sou chefee.. mas deliciosamente amiga..


    como eu faço pra ficar com um blog lindo assim??

    bjinhus, chefes e prmoções

    Lelli

    ResponderExcluir
  4. Coloquei dois posts novos lá no Blog e gostaria que vc comentasse nos dois.Um é sobre a humildade e o outro é sobre Clarice Lispector.Um abração, te aguardo lá.

    ResponderExcluir
  5. Olá Catarino,

    Ótimo artigo!
    O que mais ter por aí é um ótimo técnico achando que é fácil ser chefe. Ter conhecimentos técnicos sobre a área que chefia é muito importante, mas ter um "pé" na área de administração também é.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito deste artigo Catarino, o que sinto é que muitas pessoas não estão preparadas para certas funções, como ocupar cargos de chefia por exemplo, exige uma estratégia diferenciada no trato com seus colegas,saber coordenar sem rótulo de mandão nem deixar subir à cabeça o cargo, pois sempre digo, os cargos são passageiros, as pessoas não.Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Catarino,

    Existe um ditado que diz que para se conhecer realmente uma pessoa,é só lhe delegar poder,ele é muito oportuno,quando se promovem pessoas despreparadas para a função,o caos se instala,o ambiente fica pesado,já passei por isso.

    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  8. Excelente texto! Convivo com muitos chefes não preparados. Até porque nossas escolas, faculdades, universidades, não ensinam ninguém a ser chefe. Muito embora a maioria dos cursos sejam para futuros cargos de chefia, não existe uma matéria sobre relações humanas. É aqui que concordo plenamente com você: perde-se um ótimo funcionário, produção, qualidade e até outros funcionários que acabam saindo da empresa por conta do chefe despreparado.

    Ser chefe não é ser carrasco. Ser chefe é saber falar, ouvir, agradecer e até pedir.

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. É,para ser chefe é preciso ter vindo de cargos inferiores para se ter sentido o que o outro sente na hora em q é cobrado. E muitas vezes quem já passou por isso qdo é promovido esquece e começa a perseguir seus subordinados.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts