Os veículos e nossa vida nas cidades.

By

Os veículos e nossa vida nas cidades.


O jornal Diário de Santa Maria fez hoje uma reportagem sobre o trânsito de nossa cidade. Houve um crescimento tão grande que já temos um veículo para cada três habitantes.

O crescimento do número de veículos está ocorrendo em todo o País e isso vem transformando a vida de todos nós.

Todos os finais de semana há uma grande quantidade de acidentes fatais nas estradas e também nas cidades.

Em qualquer lugar que se vá é uma dificuldade encontrar onde estacionar, na rua há os guardadores que cobram para "tomar conta" e não cumprem o prometido. Por isso temos que deixar em estacionamento pago ou ir somente onde haja segurança do próprio estabelecimento. A maioria dos restaurantes e pizzarias tem uma pessoa que cuida dos carros estacionados.

Tudo isso afeta nossa vida, pois estamos sempre preocupados com segurança e com o tempo, pois não dá mais para dizer que iremos chegar com rapidez, pois o trânsito está cada dia mais lento.


O transito nas cidades

Para cumprir os mesmos compromissos temos que sair mais cedo e chegar mais tarde. Esse problema é de difícil solução, pois o custo para ampliar ruas e avenidas é impeditivo e os governos gastam nossos impostos em outras prioridades.

10 comentários:

  1. Prezado Catarino, esse é um problema que vem junto com o crescimento das cidades. Aqui em Porto Alegre, na hora do Rush, tem ruas e avenidas que não dá pra chegar perto. É congestionamento na certa.

    Dizem que nunca foi tão fácil adquirir um carro como nos dias de hoje.

    Algumas cidades na Europa começam a adotar o uso de bicicletas como alternativa. Em 2007, Paris lançou um projeto interessante: "Sistema Vélib", onde bicicletas são alugadas pela prefeitura. Ela é usada e devolvida num dos pontos espalhados pela cidade. Atende o trânsito lento e a diminuição da poluição.


    Obrigado pela visita,

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. E olha que Santa Maria é uma cidade pequena. Aqui no Rio está insuportável sair de carro (imagine em São Paulo).
    Esse é o principal motivo para eu viver tentando ser transferido para uma cidade menor.
    Não aguento mais isso aqui...

    ResponderExcluir
  3. Boa noite Catarino. Imagine só o trânsito aqui de São Paulo, principalmente no dia de hoje, véspera de feriadão. É uma loucura. Deixei um meme no meu blog, para vc responder e repassar para seus blogamigos. O meme serve para que conheçamos um pouco de nossos amigos virtuais. Bom feriado e bom final de semana. Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Você não imagina como anda o trânsito aqui no Rio de Ja\neiro, Às vezes, tenho vontade de sentar na rua e chorar (rsrs). é o alto preço do desenvolvimento não planejado.

    Um lindo feriado e paz.

    Smack!

    Edimar SZuely
    jesusminharocha.blig.ig.com.br

    ResponderExcluir
  5. Catarino, se pude preciso de uma ajuda sua: gostaria de colocar aquele menu de traduções no meu blog pois seria de grande interesse para o estrangeiro que deseja visitar Foz, como coloco? Se possível tb gostaria de colocar a busca do google, e como sou bem leigo de Blog td que adiciono só fica lá embaixo, poucos vão até no final do blog. Obrigado

    ResponderExcluir
  6. Você tocou no ponto... Aumentam o número de carros em nossas ruas e aumentam também o número de acidentes e mortes.
    Infelizmente uma coisa vem atrelada à outra. Parece que há pessoas que se preparam monetariamente para ter um carro, mas não se conscientizam que o carro é um veículo de transporte. Não uma arma, muitas vezes, letal.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. Vi seu comentario no meu blog e vim visitar...
    Muito bons seus textos.
    Eu estou morando em cidade pequena no momento mas lembro bem como era o transito de BH,ainda bem que eu sempre curti mais andar de bicicleta. :) Axo que é mania de todo mundo que um dia morou em Patos de Minas.

    ResponderExcluir
  9. Realmente Catarino, acho que este problema já é uma constante em todos os lugares. O crescimento demográfico e principalmente a produção em massa de carros populares que permitem que hoje em dia a maioria das pessoas tenham acesso à um automóvel, transforma as ruas, avenidas e estacionamentos em um verdadeiro caos. Aqui em minha cidade já estamos começando a sofrer com este problemas e outro problema também é visto: a maioria dos jovens menores de 18 anos aqui possuem motos... Você não sabe a quantidade de acidentes! Onde nós vamos parar?

    ResponderExcluir
  10. Catarino, obrigado pela visita ao meu blog. Gostaria de comentar que este problema tende a agravar-se, principalmente nas médias cidades, como Santa Maria, Pelotas, Novo Hamburgo, Caxias do Sul, pois nas Grandes Metropoles já esta um caus, e estamos encaminhando para a grande parada, que por estudos ocorrerá nos próximos dez anos.
    Adorei seu blog. Podemos trocar links?
    Abraços,
    Airton

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts