O atendimento nas lojas de varejo.

By

O atendimento nas lojas de varejo
Estamos no século 21. A concorrência comercial não é mais local, com a internet podemos comprar qualquer coisa em qualquer parte do país ou do mundo. O código do consumidor estabeleceu direitos que proporciona aos envolvidos numa transação comercial a definição dos prazos, qualidade do produto e formas de pagamento. Mesmo assim as lojas, por meio de seus atendentes, continuam tratando mal seus clientes. Eu tenho por princípio não mais retornar a uma empresa, para qualquer tipo de transação, quando sou mal atendido.

Será que os proprietários ainda não se deram conta de que têm que atender bem para conquistar os clientes.

Há alguns dias minha filha foi numa livraria daqui de Santa Maria para comprar um presente para um colega de aula que estava de aniversário. Ela não queria gastar mais que vinte reais e por isso precisava escolher algum produto que fosse interessante e dentro do orçamento. A atendente, depois de dizer o preço de alguns itens, passou a atender com má vontade, faltando só dizer se não tem dinheiro pode ir embora.

Se uma loja se propõe a vender produtos do varejo é um direito do comprador escolher e verificar o preço e se não gostar ir à outra loja. Se o atendimento fosse bom, independente do valor gasto, o cliente iria lembrar-se da loja para a próxima compra e no caso do mau atendimento funciona ao contrário. Tenho certeza que minha filha não vai querer retornar a essa loja em sua próxima compra.

Parece que os donos das lojas não estão preocupados com isso, devem estar vendendo tanto que não estão ligando se perdem alguns clientes mantendo funcionários mal treinados e sem vocação para o comércio.

7 comentários:

  1. Oi Catarino!
    Concordo contigo, se o atendimento não for bom eu não volto mais. Costumo comprar pela internet a maior parte do que preciso, a não ser supermercado ou prestação de serviços e, é claro, sempre faço uma pesquisa de preços. Quero atendimento cortês, qualidade e preços baixos.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Catarino, realmente é uma lástima a maneira que muitos funcionários do varejo atendem aos clientes. Quando eu quero comprar algo até determinado preço, já vou logo dizendo, "quero gastar até tantos reais" e ai! do vendedor que me tratar mal quando me atender! Eu rodo a baiana mesmo, bem lavadeira! Quem sabe assim os comerciantes mandam seus funcionários para treinamento! Se não for por respeito ao cliente que seja ao menos por medo de "barracos"! Mas não deveria ser assim, bom atendimento deveria ser uma constante em qualquer loja. Repare que quanto menor a cidade, mais grave é o problema.

    ResponderExcluir
  3. Verdade, infelizmente os comerciantes estão deixando de investir nos funcionários e por causa disto há mal atendimento, etc.
    Mas também não são culpados, porque aqui os encargos são altissimos.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Peço que apague o comentario acima e esse, houve um erro na hora de postar o comentário.
    vou fazer outro comentário.

    ResponderExcluir
  6. A concorrência nos dias atuais estão acirradas, e o que difere uma empresa de sucesso de outra, é a maneira como
    seus funcionários se relacionam entre si e com os potênciais clientes, pois todos nós sabemos dos beneficios que palavras gentis trazem para o mundo dos negócios e para nossos relacionamentos diários.
    Ninguém gosta de ser mal tratado, né!
    Abraço

    ResponderExcluir
  7. Olá Catarino.
    Parabens pelo blog.
    Tenho um blog que fala somente sobre varejo.
    Acredito que concordamos em muitos pontos neste assunto.

    Conheça meu blog, o FALANDO DE VAREJO
    www.falandodevarejo.blogspot.com

    Um grande abraço

    Caio Camargo
    FALANDO DE VAREJO

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts