100 anos da morte de Machado de Assis.

By
Hoje lembramos a morte de Joaquim Maria Machado de Assis que ocorreu em 29.09.1908.
Machado de Assis nasceu em 21.06.1839 no Rio de Janeiro. É considerado o maior escritor brasileiro. Era completo escrevia todas as formas literárias, dizem que foi o inventor das crônicas, pois escrevia sobre o que via no seu dia a dia. Foi jornalista, contista, dramaturgo, novelista, romancista e poeta.
Foi o criador da Academia Brasileira de Letras, seu primeiro presidente e exerceu este cargo até sua morte.
Tinha a saúde frágil e trabalhava compulsivamente. Sua obra é lida e estudada até hoje.
Para homenagear este magnífico escritor vou publicar um poema, pois poucos lembram que Machado de Assis também escrevia poesias.

BONS AMIGOS
Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!
Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!
Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!
Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!
Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!
Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

Machado de Assis-Obra completa
Se gostou do post subscreva nosso FEED.

8 comentários:

  1. "Amigo a gente sente!"
    E mesmo no mundo virtual sentimos o que é a amizade.

    Uma ótima semana, meu amigo!

    ResponderExcluir
  2. Tai uma grande verdade “Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade”.
    Oi Catarino vim agradecer a visita e o comentário
    Um abraço,

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Catarino!
    Ineressante, você falou a respeito de duas coisas que merecem destaque. Primeiro, Machado de Assis, que para mim, é o maior nome da literatura brasileira e nada fica a dever a Shakespeare. Depois, com uma poesia machadiana, você tratou sobre amizade.
    Aliás, sem amigos, não conseguimos viver adequadamente. O Globo Repórter da semana retrasada mostrou isso; existem muitas doenças que estão relacionadas à falta de amizades.
    Um abraço, Catarino e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  4. Olá Catarino!

    Bela homenagem. Parabéns!

    Abraços e uma ótima semana com saúde e paz...

    ResponderExcluir
  5. Olá, Catarino
    já vi teu blog algumas vezes, uma deles, em que comentaste sobre uma reportagem da ZH sobre crimes virtuais e disse já ter acontecido algo parecido contigo.
    Sou estudante de jornalismo e estou produzindo um trabalho sobre este assunto. Será que tu poderias, por causa da tua história, contar um pouco sobre isso para ser uma das pessoas entrevistadas deste trabalho?
    agradeço tua atenção

    Eliane Fronza

    ResponderExcluir
  6. Aprendi a gostar de ler atraves dos livros de Machado de Assis, um dos maiores escritores brasileiro.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Catarino! obrigada pelo retorno. Posso, então, utilizar a tua história para o meu trabalho? se puder, gostarias de saber teu nome completo para poder te identificar.

    mais uma vez obrigada

    Eliane

    ResponderExcluir
  8. Adoro Machado de Assis! Este ano reli Dom Casmurro.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts