Vale a pena mudar.

By
mude sua vida, mas devagar

Mude, mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa.
Mais tarde mude de mesa.
Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente, observando com atenção os lugares por onde você passa.
Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os seus sapatos velhos.
Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira para passear livremente na praia, ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos.
Veja o mundo de outras perspectivas. 
Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.
Durma no outro lado da cama... Depois, procure dormir em outras camas.
Assista a outros programas de TV, compre outros jornais... Leia outros livros.
Viva outros romances.
Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.
Durma mais tarde.
Durma mais cedo.
Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.
Corrija a postura.
Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes. Novos temperos, novas cores, novas delícias.
Tente o novo todo dia. O novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, o novo amor, a nova vida.
Tente.
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.
Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, tome outro tipo de bebida compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa.
Escolha outro mercado... Outra marca de sabonete, outro creme dental...
Tome banho em novos horários.
Use canetas de outras cores.
Vá passear em outros lugares.
Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.
Troque de bolsa, de carteira, de malas, troque de carro, compre novos óculos, escreva outras poesias.
Jogue os velhos relógios, quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.
Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.
Mude.
Lembre-se de que a Vida é uma só.
E pense seriamente em arrumar outro emprego, uma nova ocupação, um trabalho mais light, mais prazeroso, mais digno, mais humano.
Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.
Seja criativo.
E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa, se possível sem destino.
Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude de novo.
Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas, mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia.
Só o que está morto não muda!
Repito por pura alegria de viver: a salvação é pelo risco, sem o qual a vida não vale a pena!
Experimentem! Pelo menos de vez em quando é bom.
O texto acima me foi enviado por e-mail como sendo de autoria da Clarice Lispector, recebi um e-mail de Edson Marques reclamando a autoria. Fica aqui o registro de que o autor é Edson Marques e que o texto é excelente. Veja outras obras de Edson Marques no Blog Mude.

Se gostou do post subscreva nosso FEED.

15 comentários:

  1. Amigo Catarino,

    Essa mensagem de Clarice Lispector me acompanha há vários anos. Ela, uma das maiores escritoras brasileiras, produziu esse texto que é um dos mais ricos que li.

    Essa mensagem fala sobre fugir da "mesmice" como forma de termos uma melhor saúde emocional. No entanto, logo no início, ela ressalva que não se deve ficar ansioso para sair da rotina ("mude, mas mude devagar").

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Amigo Catarino,

    Essa mensagem de Clarice Lispector me acompanha há vários anos. Ela, uma das maiores escritoras brasileiras, produziu esse texto que é um dos mais ricos que li.

    Essa mensagem fala sobre fugir da "mesmice" como forma de termos uma melhor saúde emocional. No entanto, logo no início, ela ressalva que não se deve ficar ansioso para sair da rotina ("mude, mas mude devagar").

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Realmente...A vida compreende mudanças e essas só podem ser melhores.Cair no cotidiano,gera marasmo e esse enjoa.Adorei
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Ela demonstra talento e exatidão em tudo o que escreve. Por sua característica intimista, impressiona com seus contos e este é um texto maravilhoso, pois nos ensina o diferente, o empenho para mudar e tentar sair da rotina. Na verdade, é uma forma de ousar, aventurar, dar uma chance ao acaso, ao inédito, ao inesperado. Pode acreditar, Catarino, essas sensção é impagável Já fiz isso algumas vezes e sinto saudade de cada uma das vezes que ousei! Beijos, querido amigo e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  5. Catarino

    Esse texto è lindo... è uma eterna verdade!

    Ja o conhecia, mas nao sabia que era da autoria da Clarisse Lispector! Vivendo e aprendendo!

    Um grande abraço e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  6. Catarino,
    Como isso faz bem,faz sentirmos o prazer de uma vida diferente,esquecer que somos obrigados á viver a mesmície,traz um sentimento enorme de liberdade,todos deveriam experimentar.
    Parabéns pela bela postagem.
    Um forte abraço,amigo.

    ResponderExcluir
  7. Catarino,
    Como isso faz bem,faz sentirmos o prazer de uma vida diferente,esquecer que somos obrigados á viver a mesmície,traz um sentimento enorme de liberdade,todos deveriam experimentar.
    Parabéns pela bela postagem.
    Um forte abraço,amigo.

    ResponderExcluir
  8. Catarino,
    Gosto muito deste texto da Lispector, é um chega pra lá na inércia das nossas vidas. Lembro que a primeira vez que li esse texto, no dia seguinte comecei a fazer outro caminho para ir ao trabalho, passei a comer em outros lugares, foi uma leitura de transformação.
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Oi Catarino,
    Muito bom! Excelenteeee! Máximo!
    Só o que está morto não muda...
    Um bom fim de semana pra vc e sua família
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Isso é o que se chama de Viver!
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  11. Como é bom chegar aqui pela primeira vez e ser recebido por este belo texto de Clarice. Mudanças são sempre necessárias não é mesmo?
    Adorei seu blog.
    Parabéns meu amigo e ótimo Domingo!

    ResponderExcluir
  12. Profunda esta mensagem, se soubermos aproveitar pelo menos uma dica inserida no texto, acredito que já sairemos ganhando.
    Vou mudar algumas "coisas" que estão me incomodando.

    ResponderExcluir
  13. Catarino,
    Este texto que rola por aí há algum tempo sob a autoria de Clarice Lispector é na verdade de Edson Marques que já teve sérios problemas para provar isso.
    Veja em www.autordesconhecido.blogger.com.br.
    Parabéns pelo Blog!
    Tenha uma semana de sucesso!

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    O texto é tudo de bom, mas eu leio e releio mto Clarice Lispector e nunca ví esse texto nos livros dela. Tenho muito do jeito dela pensar, mas estranhei a forma como está escrito. Não tem a cara dela. Vc poderia checar melhor a autoria desse texto. Qual foi a fonte que vc buscou? não me ache petulante, mas é só prá tirar uma dúvida.

    Seu blog, gostei imenso.
    Abs

    ResponderExcluir
  15. Otímo texto, se pudessemos fazer algumas coisas a que a autora se refere seria ótimo para mudar um pouco nossas vidas. Abraços.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts