O trânsito, os estrangeiros e a impunidade.

By
acidente com argentinos no trânsito

O Rio Grande do Sul e também Santa Catarina recebe, todos os anos muitos turistas estrangeiros, principalmente da Argentina. Desde que o código de trânsito foi implantado, e isso já faz 11 anos, as multas de trânsito por infrações cometidas por estrangeiros não eram cobradas. No último dia 26.01.2009 a Polícia Rodoviária Federal teve autorização para reter os veículos até que seus proprietários pagassem as multas.

Os estrangeiros cometiam infrações de trânsito, principalmente excesso de velocidade, e não eram punidos. Com isso todos os anos eles atravessavam nosso Estado a toda a velocidade e nem olhavam para os controladores de velocidade.

Agora todos os veículos estão sendo vistoriados antes de deixarem o País e com isso estão sendo cobradas todas as multas pendentes. Num caso divulgado na imprensa dá a notícia de um motorista que tinha 24 multas pendentes.

Seus excessos têm causado muito acidentes, nos últimos dias houve vários acidentes, sendo que em um, que morreu toda a família e mais uma pessoa do outro carro, o velocímetro ficou travado em 190 km por hora. Mostrando a quanto andam em seus carros.

Os envolvidos estão dizendo que a cobrança devia ter sido avisada com antecedência, mas isso não tem fundamento. As leis de um país têm que ser cumprida por todos, se somos punidos por multa e até perda da habilitação em caso de infrações de trânsito, os estrangeiros também precisam sofrer sanções, pois suas infrações colocam em risco todas as pessoas e não somente suas vidas.

Foto da reportagem de Zero Hora.


Faça seu comentário e apareça no rol dos comentadores.

Se gostou do post subscreva nosso FEED.

8 comentários:

  1. Sem dúvida nenhuma, as leis devem ser cumpridas por "gregos e troianos".
    Certamente, o brasileiro na argentina é tratado como qualquer outro motorista.

    ResponderExcluir
  2. mas fazer o que? falta uma lei que regularize a entrada de veiculos estrangeiros no pais com uma "placa" provisoria e para sair somente quitando os debitos.do jeito que ta o carro é uma pequena "embaixado" de los e hermanos...abraços!!!

    *geralmente eles mesmo se matam. paciencia.

    ResponderExcluir
  3. É certo Catarino. Sofremos muito com isto. Certa vez. em Camboriú, um argentino bateu na traseira do meu carro e se não fosse a ajuda de um policial eu iria arcar com prejuízo. Nada contra os turistas mas eles tem que seguir as regras de nosso trânsito. Tomara que mude mesmo.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Vi uma matéria sobre isto no jornal na tv, achei impressionante o desrespeito ás nossas leis.

    Abraço e obrigada pela divulgação da coletiva estou recebendo bastante gente daqui.

    ResponderExcluir
  5. É isso mesmo, Catarino!
    A lei vale para todos ainda mais para os turistas, já que estão na casa dos outros e precisam respeitar.

    Abração

    ResponderExcluir
  6. Ótimo! realmente uma decisão acertada. Todos andamos pelas mesmas estradas e devemos, portanto ter as mesmas punições.Talvez , sentindo nos seus bolsos, moderem um pouquinho as correrias por aqui! um abraço e ótimo dia,chica

    ResponderExcluir
  7. ola amigo

    realmente que falta de educação sujar a casa dos outros!
    Sabem passear e disfrutar do bem estar do passaeio e depois deixam tudo sujo!!
    Talvez se sentirem no bolso teno mais consciencia do mal que fazem .

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Outro importante são as mas condiçoes de nossas estradas fora a sinalização precária para um turista que nunca andou nas estradas isso é importante.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts