Diabetes, quando o doce é amargo.

By

diabetes quando o doce é amargo. 
Na festa em comemoração aos cem anos do Internacional de Porto Alegre entre os convidados estava o ex-jogador Escurinho. Muitos foram convidados, mas este chamou a atenção de todos devido a sua saúde. Estava quase cego e com graves problemas nos rins.
 
Tudo isso causado pela doença Diabetes que desenvolveu depois de deixar de ser atleta. Esta doença é popularmente chamada de açúcar no sangue, mas de doce não tem nada.

 
É uma doença silenciosa e se for diagnosticada tardiamente pode causar vários problemas graves e levar a morte.

 
No caso do ex-jogador consta que ele terá que amputar parte da perna, quem desenvolve a doença passa a ter a circulação sanguínea dificultada. É comum a perda de membros, principalmente pés e pernas. 

 
Como toda doença quanto mais cedo for diagnosticada mais fácil seu controle. Por isso faça exames laboratoriais para medir a taxa de glicose no sangue.

 
O diabetes costuma se desenvolver em pessoas com mais de 45 anos de idade, com peso acima do normal, sedentário e fumante. Por isso controle seu peso, pratique exercícios com regularidade e controle sua pressão arterial. Não esqueça de ir ao médico regularmente. 

 
O controle da pressão arterial é muito importante e hoje temos aparelhos que podem ser utilizados em casa muito facilmente. 

 
Se você está na faixa de risco, previna-se, pois o número de pessoas com essa doença esta crescendo muito no mundo.

 
Saiba mais sobre diabetes no ABCDASAÚDE e sobre o ex-jogador Escurinho em ZeroHora
Faça seu comentário e apareça no rol dos comentadores.
Se gostou do post
subscreva nosso FEED.
Veja este e outros artigos no Curiolinks    e no Arquivinho

8 comentários:

  1. Pois é, lembra daquela magistral jogada com o Falcão e que garantiu a vaga pra final de 1976...ele era mágico, né? Agora, pelo que entendi, uma perna se foi...lamentável.
    Meu pai é diabético, tem catarata e sofreu cinco AVCs isquêmicos por conta do doce! A princípio, discutia com ele, pedia que não comesse, ele comia escondido...aos poucos, passei a ignorar e apenas controlar a medicação, sabia que, um dia, o doce cobraria seu preço: cobrou no dia 05 de abril de 2007 - foram cinco dias em coma, seis meses para andar e, neste momento, boa parte da memória já foi apagada...o que dizer? um estilo de alimentação gaudério e mais, ele é do tempo em que criança saudável era criança gorda, criado em estância, comia doce de abóbora, de figo, de pessego, de ....doce e doce...

    ResponderExcluir
  2. Lamento o que está acontecendo com o Escurinho. Tive o prazer de vê-lo jogar. Quanto ao diabetes sei o quão terrível é esta doença. Tenho duas irmãs diabéticas. Elas descobriram cedo e conseguem levar uma vida praticamente normal. Na época do diagnóstico eu ainda era novo, mas desde aquela época, mudei alguns hábitos principalmente quanto ao açucar. Já passei dos 50 e até agora a doença não se manifestou, graças a Deus. Bela matéria Catarino, serve de alerta a todos.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Olá, Catarino!

    Essa doença é traiçoeira e quando menos se espera ela já está instalada em nosso organísmo. O melhor remédio é nos alimentarmos bem, sem exagerar nos doçes, praticar um esporte físico com regularidade, não se deixar engordar e fazer constantemente exames.

    Eu conheço várias pessoas que pensavam que estavam boas, mas quando foram fazer o exame constataram que estavam com diabete. Então, passaram a se alimentar com severa restrição de tipos de alimentos até a doença regredir. Mas os cuidados passam a ser constante.

    Abraços

    Francisco Castro

    ResponderExcluir
  4. História triste, Catarino. Diabetes é uma doença silenciosa. Minha mãe é diabética e por isso tenho que me cuidar desde já. Problema é que gosto de pizza, chocolate, vinho... Não é fácil. Tento dar preferência ao meio-amargo e comer os outros alimentos "perigosos" com moderação.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. nao me lembro direito do escurinho - começei a acompanhar futebol em 1979 chico espina, benitez, etc...quando a bichona(falcão) foi vendido ao Roma...diabete é foda - se prevenir ajuda mas se o cara tiver predisposiçao ta fudido - o bagulho é genetico. conheço varias pessoas que tem diabete e seguido escuto - ta hospitalizado - subiu o açucar. abraços

    ResponderExcluir
  6. PÔ, notícia chata sobre o Escurinho... Valeu pelo alerta, a informação ainda é a melhor ferramenta para prevenir.

    ResponderExcluir
  7. Pôxa, diabetes é verdadeiramente um problema sério. Tanto mais hoje em dia que há uma tendência das pessoas ingerirem muito açúcar e gorduras.

    Muito legal você atentar sobre isso aqui.

    Abraços!

    http://solucomental.blogspot.com/
    http://ladobdiscotrash.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Bom, eu sou novo (16 anos) e não tenho diabetes por enquanto, mas (não sei, pode ser porque eu estou fora dessa doença) parece ser uma "preguiça" (?) das pessoas em praticar exercícios físicos!

    Uma corridinha de meia hora por dia já te deixa livre disso, seu açúcar é utilizado pra melhor coisa que tem na vida, exercitar-se!

    Abraços e sucesso Catarino!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts