Quando a temperatura zera e o clima esquenta...

By
Quando a temperatura zera e o clima esquenta...
Recebi um e-mail do autor do texto abaixo pedindo a divulgação do seu trabalho. Ser escritor no Brasil é muito difícil e por isso estou publicando o texto para que os amigos conheçam este escritor e também o seu site onde publica muitas histórias. Quem puder divulgar em seus blogs estarão ajudando um escritor a seguir em sua profissão.

(Autor: Antonio Brás Constante)

O inverno chegou (ele estava de férias longe do nosso verão) e a partir de agora, cada um dos poros de nosso corpo quente começam a sentir frio. Esta é a época do ano que iguala as atenções tanto para os sarados quanto para os gordinhos. As barriguinhas de fora que durante a estação do sol ficavam mostrando umbigos adornados com piercings, cedem lugar para os blusões e mantas. E sem o apelo visual a conversa é o que mais conta na hora de prender a atenção de quem espirra. Olhares para corpos delineados são trocados por diálogos envolventes e bem-humorados.

A fidelidade parece ganhar espaço, pois olhar para o lado seria o mesmo que olhar para um cabide cheio de roupas. O desejo animal cede lugar ao carinho fraternal. Tudo é motivo para se ficar juntinho de quem se gosta, o chocolate quente tem até gostinho apaixonado e os rostinhos não cansam de ficar colados.

O universo é apenas você, sua amada, e uma pilha de roupas que separa os dois. Vemos tão pouco da outra pessoa, que a imaginação preenche todo resto que se encontra encoberto (esperando o momento de ser descoberto). E a sedução do olhar marca presença.

O inverno é um tempo de se ficar frio e com frio. Época em que nossa casa se transforma em uma imensa caldeira, recheada de calor humano, tentando vencer o clima congelante das baixas temperaturas que transformam o mundo em nossa volta em uma enorme geladeira.

O que antes era um par romântico, vira um trio amoroso. Feito por você, seu amor e sua coberta, que acoberta vocês dois, servindo de cúmplice no prazer maior de se esquentar. Aliás, é neste período de frio, que procuramos o par ideal, seja ele o par de meias, o par de luvas ou mesmo o nosso par romântico.

Enfim, o inverno é uma época onde os amantes trocam juras, pois juram um ao outro que não vão puxar as cobertas, e nem se tocar enquanto suas mãos estiverem frias. Mas estas são apenas algumas das singelas juras que se mesclam a outras sinceras juras, nas noites frias que tornam tão caloroso o inverno. Por falar em inverno, nada melhor que aproveitar o tempinho frio e ocioso que porventura ocorra entre as refeições, o sono, o trabalho e/ou os estudos para ler alguma coisa com doses de humor, como meu primeiro livro: “Hoje é seu aniversário – PREPARE-SE”, disponível a partir de terça-feira (dia 07.06.2009) no site www.editoraage.com.br, quem for da grande Porto Alegre e quiser prestigiar a feira do livro de Canoas, estarei dia 01/07/2009 lançando o livro na feira, das 16h às 17h. Grande abraço.

E-mail:abrasc@terra.com.br

Site: recantodasletras

Faça seu comentário e apareça no rol dos comentadores.
Se gostou do post
subscreva nosso FEED.

5 comentários:

  1. Para mim o inverno é melhor estação que existe sempre preferi mais o frio,achei o artigo otimo parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Eu particularmente prefiro muito mais o verão, gosto do calor. Sou muito friorento.
    A paz

    ResponderExcluir
  3. Saudações!
    Amigo Catarino,
    Excelente texto!
    O Antonio B. Constante, descreve muito bem o frio, nos remetendo a valorização especial do calor humano!
    Parabéns!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir
  4. Adoro o verão porque o inverno no Recife é muita chuva e detesto chuva!
    Excelente texto!
    Bjos,
    Luka

    ResponderExcluir
  5. Catarino

    Tem um meme pra vc no meu blog! Alias, nao chega a ser um meme nao..

    Um abraço

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts