Greve do INSS tem fim melancólico.

By
Greve do INSS tem fim melancólico.

No último dia 15 de Julho os servidores do INSS que estavam em greve retornaram ao trabalho.

Eles haviam iniciado a paralisação contrariando uma decisão do Superior Tribunal de Justiça que havia dado uma liminar determinando que o movimento fosse paralisado. A greve nasceu ilegal.

Os representantes dos sindicatos fomentaram a paralisação e nenhuma negociação ocorreu. A greve terminou para evitar que os servidores tivessem seus contratos de trabalho colocados em risco, pois iriam completar 30 dias de faltas não justificadas e isso autorizaria a abertura de processo administrativo e uma possível demissão por abandono de cargo.

Oficialmente a greve não existiu e por isso nenhum representante do Governo iniciou qualquer negociação. Os sindicatos dizem que têm uma promessa de que será criado um grupo de trabalho para examinar as reivindicações, mas internamente não há nada de concreto.

Esta greve foi uma atitude muita estranha, pois a maioria não aderiu, pois a luta proposta era para não aceitar um acordo feito a mais de um ano, que entrou em vigor por meio da medida provisória 441. Esta medida tramitou no Congresso até Fevereiro de 2009 quando se transformou em lei. Durante todo este tempo ninguém dos sindicatos fez qualquer ação para mudar algum item. Agora querem forçar que a lei seja mudada, mas não será uma greve que vai alterar.

Os sindicatos dos servidores da Previdência precisam aprender técnicas de negociação para não assinar um acordo em nome de toda a categoria e depois, na hora da implantação, vir dizer que não concorda com todos os seus itens. Isso transmite insegurança para a categoria, pois não se tem certeza que o acordo feito é o melhor ou foi assinado sem o conhecimento de seus detalhes.

Os salários dos servidores que ficaram em greve serão descontados, pois o ponto foi registrado como falta não justificada, serão prejudicados por terem seguido uma liderança confusa.

Mas o grande prejudicado é o cidadão que ficou sem os serviços, pois devido à falta de alguns servidores o atendimento das agências foi precário.

Veja o artigo que publiquei no início da greve: Greve no INSS, saiba a verdade.


Faça seu comentário e apareça no rol dos comentadores.
Se gostou do post
subscreva nosso FEED.
Se for copiar cite a fonte www.blogdocatarino.com

3 comentários:

  1. O que nasce ilegal não pode ter um fim satisfatório. A paz

    ResponderExcluir
  2. Os objetivos das greves são bilaterais, muitas vezes com baixo índice de exito, pedesse 5x para conseguir x. Mas isso prejudica toda a nação. Eu não apóio greves, mas infelizmente, algumas vezes só assim para modificar alguma situação.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Catarino, já trabalhei no INSS e tenho vários amigos que trabalham, acompanhei de certa forma a greve e concordo com os motivos dela, mas, como você mesmo relata, houve uma falta de preparo por parte dos sindicatos.

    Eu como cidadão, espero que termine tudo bem, tanto para os servidores federais, quanto para a sociedade, que não tem culpa alguma.

    Abraços!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts