Preso no roupeiro da namorada.

By

Um homem, que havia fugido do presídio de Santa Maria, foi preso em um local inusitado. Estava foragido e sendo procurado pela polícia que foi à casa da namorada fazer buscas. Ao examinarem o roupeiro desconfiaram de um volume enrolado em um cobertor. As desfazer o embrulho encontraram o fugitivo.

O fugitivo foi encaminhado de volta ao presídio e ainda será processado por assaltos que cometeu durante o período que esteve em liberdade.

Parece que os presidiários fogem somente para cometerem novos crimes e não para recuperarem a liberdade, pois assim que saem começam a praticar assaltos e outros crimes.

Outros que cometem muitos crimes são os que estão no regime aberto, que saem para trabalhar. Há alguns dias um casal saiu do albergue, pela manhã, para passar o dia fora da cela e ao iniciar seu “trabalho” de entregar drogas nos pontos de venda foram mortos por um grupo rival. Os que obtêm o direito de passar o dia fora não precisam comprovar que estão trabalhando de forma lícita.

Outro caso noticiado foi o de um apenado que, para não chegar fora do horário e perder o benefício de sair durante o dia, estacionou em frente ao presídio o carro que havia roupado. Quando a polícia encontrou o veículo ficou sabendo que o preso era o responsável pelo roubo.

Os presídios superlotados fazem com que a Justiça libere um grande contingente de presos que cometem crimes menores, roubos e furtos. Essa medida, crimes menores, só serve para quem escreve as ordens de soltura, pois os que são roubados ou furtados têm prejuízos financeiros e psicológicos.

Fonte da Imagem: GaleriaAçores Cartoons
Faça seu comentário e apareça no rol dos comentadores.
Se gostou do post
subscreva nosso FEED.
Se for copiar cite a fonte www.blogdocatarino.com

7 comentários:

  1. Catarino

    Ressocialização é o caminho. Também não adianta prender criminosos e deixá-los no ócio, comendo e bebendo às custas das pessoas de bem (nós).
    Dando trabalho ao detento, mata-se de uma vez esses dois coelhos numa cajadada só.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Cada situaçao....

    Infelizmente, a situaçao dos presos é sempre uma coisa complicada......


    Gi!

    ResponderExcluir
  3. oiê


    Catarino outro dia um ladrão chamou o corpo de bombeiros para desintalar ele da janela de um bar...

    foi roubar e não conseguiu sair...

    acabaram dscobrindo q era ladrão.. mas os bombeiros tiveram de salvá-lo..

    bjinhus, curiosidades e percas

    Lelli

    ResponderExcluir
  4. é preciso rever esse benefícios concedidos a presos, já que continuam cometendo crime.

    ResponderExcluir
  5. Isso é uma vergonha, tem de ficar lá dentro e trabalhando, pois se não sabe, a esposa ou companheira de presidiario tem direito a receber pensão do estado sabe quem paga?
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  6. Catarino,

    Eu penso que a reintegração social é um caminho a seguir. Mas acontece que para isso é necessário um grande investimento das autoridades, tanto em termos económicos como empenhamento. Também acho que essa reinserção não deverá ser geral, pois há criminosos e criminosos.

    Abraços
    Luísa

    ResponderExcluir
  7. Parece um pouco de autopromoção, eu sei. De qualquer modo, dê uma lida neste texto, que, a meu ver, se contrapõe ponto por ponto ao seu. Pensando a coisa pelo outro lado:

    http://ohomemovo.wordpress.com/2009/08/20/reflexoes-sobre-o-mal

    Abraço.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts