A luta desde o começo da vida.

By
A luta desde o começo da vida.

Minha história começa em um local que era literalmente um saco. Não fiquei ali muito tempo. Logo fomos despejados, eu e outros tantos, arremessados num mundo totalmente estranho e novo.

No inicio éramos bilhões, rumando em busca de um lugar melhor onde pudéssemos ser únicos e especiais, crescendo como indivíduos. Corríamos contra o tempo. Tínhamos um destino a cumprir. Todos procurávamos a mesma coisa, a chance de poder ser alguém, de vencer. Pois pressentíamos que o segundo lugar nada mais seria do que o primeiro a perder.

Éramos jovens, muito jovens, mas tínhamos garra e lutávamos a cada momento, para chegar onde queríamos. Ter o nosso próprio espaço. Poder desenvolver novas habilidades. Sermos reconhecidos pelo que éramos e principalmente pelo que viríamos a nos tornar a ser.

Mas a estrada era árdua. A competição dificílima. Muitos paravam, desistiam de trilhar aquela jornada. Eu seguia em frente sem olhar para trás. Deixando muitos pelo caminho. Não tinha jeito, era eu ou eles, e mesmo que quisesse, não tinha como ajudá-los. Vivíamos cada um por si, em uma verdadeira lei da selva, agindo por conta de nossa própria natureza.

Naquele mundo de competição acirrada. Buscávamos nossa identidade. Deixar o anonimato de uma existência simples, para poder escrever nossa história. Os obstáculos se acumulavam e multiplicavam em nossa frente. Uma espécie de caminho desconhecido por onde todos tínhamos de passar.

Não sabíamos ao certo o que nos esperava, qual seria nossa recompensa. Mas seguíamos nosso instinto. Como um velho lema do quartel que dizia: “não posso parar, porque se paro eu penso, se penso eu durmo, se durmo eu morro”. E seguíamos por esta lógica, ainda que de forma irracional. Parar mesmo que por um instante aquela corrida desenfreada significava perder.

No final da longa jornada, já não éramos tantos. Porém, ainda somávamos alguns milhares dos que partiram desde o seu início. Cheguei em primeiro lugar. Minha primeira vitória. Acredito que foi algo equivalente a ganhar na loteria. Um passo gigantesco rumo ao meu futuro. Meu prêmio foi pleno de amadurecimento e crescimento pessoal.

Enfim nasci, encontrando novos bilhões de seres neste pedacinho de terra cheia de poças de água salgada que chamamos de planeta Terra. Aqui cheguei e sigo novamente buscando meu lugar ao sol. Recomeçando tudo novamente nesta caótica e fantástica roda-gigante chamada: VIDA.

O texto acima foi escrito por Antonio Brás Constante com o título "O começo bem antes do começo", veja outras obras do autor em Recanto das Letras.


Faça seu comentário e apareça no rol dos comentadores.
Se gostou do post
subscreva nosso FEED.
Se for copiar cite a fonte www.blogdocatarino.com

10 comentários:

  1. SAUDAÇÕES!
    Amigo CATARINO,
    O texto apresenta uma extraordinária explanação da grande luta da vida, com a vida pela vida!
    Parabéns pelo excelente Post!
    Abraços!
    LISON.

    ResponderExcluir
  2. Olá Catarino,

    O autor transformou um enredo "lugar-comum" em um texto criativo, poético e motivador.

    Abraços e que tenha uma semana produtiva.

    ResponderExcluir
  3. O texto é muito bom. Muito imaginativa esta caminhada, que afinal se repete ao longo da vida.

    Abraços
    Luísa

    ResponderExcluir
  4. Ó grandioso Deus em sua oniciência.
    A paz

    ResponderExcluir
  5. Olá, Catarino!

    As vitórias e as derrotas são obtidas por meio das lutas. Na vida de cada um de nós encontramos muitas derrotas e muitas vitórias, se terá mais vitória ou mais derrotas conforme forem traçadas de executadas as lutas de cada um. Para ser vitorioso é necessário que as lutas sejam travadas de forma séria, firme e com o objetivo da vitória.

    Abraços

    Francisco Castro

    ResponderExcluir
  6. Ótimo texto.

    Aviso: Dê uma corrigida no link do site com os textos do Antonio Brás Constante. Acabou entrando o seu domínio por engano.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Aos amigos Lison, Valdeir, Luisa, Carlos, Francisco e Kleber.
    Muito obrigado por seus comentários, suas participações são sempre muito bem vidas.
    Kleber, já arrumei o link, muito obrigado por seu aviso.
    Abraços a todos.
    Catarino

    ResponderExcluir
  8. Caminhada muito imaginativa. Gostei muito.

    ResponderExcluir
  9. Oi Catarino,

    Gostei da explanação do teus post. A vida é uma luta incessante mesmo. A sensação da vitória é ótima. Na derrota, fica o aprendizado. Mas não consigo esquecer os que ficaram para trás, os que desistiram, os que caíram sem forças, desfalecidos. Algumas vezes, sinto vontade de interromper a minha própria batalha, para tentar levantar alguns ou incentivar outros. Nem sempre consigo fazer isso. A luta, muitas vezes é muito dura. Há que se ser forte para não "amarelar" e continuar correndo atrás dos sonhos, em busca do nosso lugar ao sol. Mas acredito que o mundo será melhor, quando tivermos mais lutadores vitoriosos. A vida nos chama a todos para esta batalha. Depois de cada queda, nos erguemos mais lúcidos e mais fortes. Quem sabe, algum dia, todos possamos ser vencedores... O lugar mais alto do podium me parece meio solitário, às vezes. Parabéns pelo texto! Abs Denize

    ResponderExcluir
  10. Desde mis BLOGS:

    --- HORAS ROTAS ---

    y

    --- AULA DE PAZ ----

    quiero presentarme

    en esta nueva apertura

    del eminente otoño.

    Tiempo que aprovecho

    ahora para desear

    un feliz reingreso en

    la actividad diaria.

    Así como INVITAROS

    a mis BLOGS:

    --- HORAS ROTAS ---

    y

    --- AULA DE PAZ ----

    con el deseo de que

    estos sean del agrado

    personal.

    Momentos para compartir

    con un fuerte abrazo de

    emociones, imaginación y

    paz. Abiertos a la comunicación

    siempre.


    afectuosamente :
    CATARINO



    --- TE SIGO TU BLOG :

    DO CATARINO, CULTURA ----






    jose

    ramon…

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts