Famílias vivendo no Cano.

By
Famílias vivendo no Cano

As enchentes e alagamentos têm desalojado muitas famílias e a ajuda é muito pequena ou inexistente. O Governo Federal anuncia ajuda de milhões para o Haiti e para o seu próprio povo nada. Não que ajudar o Haiti seja errado, mas é preciso ter em conta que por aqui também há muitas famílias em extrema miséria e sem meios para viver e sem abrigo.

Na cidade de Novo Hamburgo, RS, 12 famílias que foram desalojadas de suas casas devido ao alagamento causado pelas chuvas intensas foram morar em canos. São 24 adultos e 39 crianças vivendo em canos de 1m50cm de altura e 1m50cm de largura. As famílias dizem que não tem para onde ir e ali é o único lugar onde podem se abrigar.

O custo de regularizar as moradias das famílias atingidas será muito grande e é preciso que o Governo faça mais e prometa menos. Sempre que ocorre uma tragédia vem uma autoridade que sobrevoa o local e depois diz que será liberada verba para os atingidos, depois vai embora e esquece-se de cumprir o prometido.

Enquanto isso as famílias flageladas entram pelo cano, literalmente. 


Faça seu comentário e apareça no rol dos comentadores.
Se gostou do post subscreva nosso FEED.
Se for copiar cite a fonte www.blogdocatarino.com
Fonte: Imagem e texto: ZeroHora

8 comentários:

  1. É Catarino,realmente muito triste essas tragédias todas no começo do ano, no Haiti e aqui no Brasil com as enchentes embora não seja muita novidade pois isso sempre ocorre no começo de todos os anos, uma pena! Ajudar o Haiti, acho super bacana mas não adianta ficar ajudando o pessoal que está lá, só para serem bem visto pelo mundo como os salvadores da pátria, o coisa aqui está feia e está na hora de olha um pouco pelo nosso povo né?

    ResponderExcluir
  2. Olá Catarino,

    Vi esta reportagem no Bandcidade de ontem, foi muito triste e mais desolador imaginar que, muitos aqui não tem a minima condição de habitação. E de-lhe discursos e "palanques para inglês ver"

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Oi Catarino, vim parar por acaso aqui no seu blog e gostei mto. Sou cientista social, então me interesso mto por tudo o que fale sobre a sociedade.... parabéns! Se quiser, meu blog http://nomundoapasseio.blogspot.com
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Sei que nos comentários não é o lugar mais apropriado para isso, mas tentei entrar em contato pelo formulário e não consegui. Gostaria de fazer uma troca simples de links com o Cérebro de barata? http://www.blogsilence.com

    Abraços e sucesso

    ResponderExcluir
  5. Mais a politica do governo é fazer presença com o dos outros, e aqui dentro ficamos na miséria.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  6. Brasil,
    mãe desnaturada e sem coração,
    aos filhos deste solo nunca estendeste as mãos,
    sempre fostes covarde e vil.


    Hoje acordei meio poeta (risos)

    ResponderExcluir
  7. Catarino, é lamentável. De facto deveria existir planos de emergência para situações destas. As famílias, para além de terem ficado despojadas dos seus bens, ainda ficam expostas a outras intempéries.

    Abraços
    Luísa

    ResponderExcluir
  8. Acabei de ver esta notícia na TV e fiquei, mais uma vez, desolado com esta disparidade social.
    O que se passa na mente daquela criancinha, olhando num ponto fixo, na porta de entrada de sua casa, melhor dizendo, na boca de um cano de concreto desgastado pelas intempéries, que pelo visto está a tempos, e por mais tempo continuará lá.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts