Humor: Pés gelados.

By
Humor: Pés gelados

– Doutor, eu entro no chuveiro e lá está a calcinha da minha mulher pendurada numa torneira.

– Sim.

– O armário do banheiro está sempre cheio das coisas dela. Potes de creme, sprays, loções, bisnagas. Não tem lugar para as minhas coisas. Já tentei jogar tudo fora, mas não adiantou. No dia seguinte o armário estava cheio das coisas dela, de novo.

– Sim.

– A coberta da cama está sempre presa no lado dela. Não consigo puxar para o meu lado.

– Sim.

– Não posso usar o telefone. Está sempre ocupado.

– Sim.

– E o pior, doutor. Os pés gelados dela encostando-se à minha perna, na cama. Quando eu menos espero.

– Sim, sim. Só não entendo por que o senhor está me contando tudo isso. Parece mais assunto para um conselheiro matrimonial, não um psicólogo.

- É que a minha mulher morreu há mais de um ano, doutor!

O texto acima foi escrito por Luis Fernando Veríssimo em sua coluna dominical de Zero Hora.


Se gostou do post subscreva nosso FEED.
Protected by Copyscape Online Plagiarism Check

3 comentários:

  1. Olá Catarino,

    História de "outro" mundo...

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkk Catarino, como ele gostava da mulher!! Nem encaminhou ela!!! Só faltou falar do "perfume"! kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. kaka Muito boa mesmo amigo, começo o dia dando rizadas.
    Abraços forte

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts