Homens e mulheres:corações iguais, doenças diferentes.

By
A literatura diz que homens e mulheres são muito diferentes, mas anatomicamente os dois têm corações iguais. Quando saudável o tamanho do coração será de um punho. Ambos têm três artérias coronárias e demais vasos responsáveis pelo fornecimento de sangue para o correto funcionamento do corpo.

É na doença que as diferenças começam. Cada um dos gêneros apresenta uma evolução diferente para os problemas cardíacos. Os médicos têm que ficar atentos para fazer um correto diagnóstico. Tanto os homens quanto as mulheres podem ter as artérias obstruídas e sofrerem ataques cardíacos, acidente vascular cerebral e insuficiência cardíaca.

No entanto os homens são mais atingidos por esses eventos, devido às artérias obstruídas, do que as mulheres e estas têm apresentado os eventos cardíacos sem ter suas artérias obstruídas. Em vez disso, parece que uma parcela significativa das mulheres sofrem de uma outra forma de doença cardíaca, que não afeta as artérias coronárias, mas as artérias menores, chamados microvasos, que levam sangue diretamente para o tecido muscular do coração.


O que os pesquisadores estão aprendendo sobre esta nova forma de doença cardíaca pode explicar porque alguns pacientes apresentam vários sintomas relacionados com o coração e por que as mulheres, como um grupo, têm maior mortalidade e pior evolução a partir do conjunto de problemas que compõem a doença cardiovascular.

Os homens desenvolvem a doença cardíaca, em média, 10 anos mais cedo do que as mulheres. Mas as mulheres que têm um ataque do coração parecem-se pior logo após o evento e também sofrem uma menor qualidade de vida.

Descobrir o que determina estas diferenças de gênero se tornou uma prioridade entre os pesquisadores de cardiologia. Se eles tiverem sucesso, os médicos poderão prever, diagnosticar e tratar todos os tipos de doença cardíaca com mais eficácia.

"Homens e mulheres de hoje respiram a mesma fumaça, também são obesos, têm os mesmos níveis de atividade física e estresse, e eles comem praticamente o mesmo," diz o Dr. C. Noel Bairey Merz, diretor do Coração da Mulher no Centro Cedars Instituto do Coração-Sinai em Los Angeles. Os fatores de risco deveriam ser iguais, mas as complicações têm sido diferentes.


Se gostou do post subscreva nosso FEED. 
Cópias não permitidas www.blogdocatarino.com
Fonte: The New York Time 
Conheça o SHOPPING DO CATARINO
Protected by Copyscape Online Plagiarism Check

6 comentários:

  1. É isso temos mesmo é que prevenir e viver uma vida mais saúdavel. Praticando mais exercício físico e uma alimentação basicamente menos gurdurosa.
    Parabéns pela matéria.
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Bem bacana o texto, faz a gente pensar em querer se cuidar cada vez mais, é o que tento fazer, faço tudo certinho, alimentação e exercício, porém peco no cigarro.
    Abraços,
    Janeisa

    ResponderExcluir
  3. Vc e medico?
    meu email r_y_j.1@hotmail.com
    meu nome e Job Ferreira

    ResponderExcluir
  4. a minha opinião, uma coisa diferencia homens e mulheres que pode explicar essa diferença: os hormonios.

    Os hormonios femininos são muito mais atuantes que o masculino.

    Abs!

    ResponderExcluir
  5. Catarino,

    Muito interessante esta diferença. Nunca tinha ouvido falar. O que eu já li é que as doenças do coração estão a atingir mais frequentemente as mulheres nestas últimas décadas.

    Abraços
    Luísa

    ResponderExcluir
  6. Entendi que temos coraçoes iguais. Mas eu já percebi que os homens morrem do coração bem mais que as mulheres. comparando os numeros, os casos de óbitos por homens é elevadissimo. entao o que deduzo? que o coraçao dos homens sao mais frágeis.
    legal a materia.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts