Uma poesia em homenagem ao Dia dos Namorados.

By
Uma poesia em homenagem ao Dia dos Namorados.

No dia dos namorados quero deixar uma homenagem com a publicação do poema abaixo intitulado As cicatrizes de amor sangram que é de autoria de Antonio Brás Constante.

As cicatrizes de amor são invisíveis aos olhos,
As cicatrizes de amor sangram a cada recordação;
Ave presa no peito em forma de um coração;

A luz do seu olhar era um farol que me guiava nos mares da solidão;
Rumo aos recantos dos seus doces encantos;
Remando, nadando, me afogando em suas águas salgadas;

As lágrimas, filhas da tristeza, fogem das faces sofridas se lançando rumo ao nada.
Suicídio de paixão;

O brilho dos olhos se apagando em luto.
Velório pela falta do corpo, do cheiro, de sua boca (promessas de beijos ausentes), deixando nos lábios um sorriso acanhado.
O silêncio tentando abafar os ecos do passado.

Matar as lembranças, mutilar a mente;
Aplacar o sofrimento com doses de esquecimento.

As cicatrizes de amor são marcas de vida.
Meu coração é formado de dores.
É conformado nos muitos amores;
Que ali fizeram seus ninhos;
Voando para longe igual aos passarinhos.

Se gostou do post subscreva nosso FEED.
Conheça o SHOPPING DO CATARINO
Cópias não permitidas - www.palavras.blog.br
Protected by Copyscape Online Plagiarism Check

3 comentários:

  1. Muito lindo.... achei um pouco triste....
    Beijo no coração

    ResponderExcluir
  2. Saudações!
    Amigo CATARINO, com sinceridade o Poema registra o querer de uma alma que quer se libertar e parece um pouco triste, porém, belo e profundo.
    Parabéns por mais um lindo Post!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir
  3. Belo, porém triste.
    Triste, porém belo.

    Abraços!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts