Dica de Saúde: Antibióticos só com receita médica.

By
Dica de Saúde: Antibióticos só com receita médica.


O uso indiscriminado de antibióticos tem preocupado as autoridades ligadas à saúde. Recentemente foi tomada uma medida drástica e necessária, para adquirir antibióticos só com receita médica e a receita fica retida na farmácia. Sobre esse assunto o médico e escritor Moacyr Scliar escreveu o artigo abaixo que foi publicado no caderno Vida do jornal Zero Hora.

As notícias sobre a rápida disseminação da superbactéria Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase (KPC) teve pelo menos um mérito: trouxe à baila a questão do mau uso de antibióticos. O que não é um problema novo, e apareceu já com o lançamento dos primeiros antibióticos, à época da II Guerra. Assim, a penicilina, que ao surgir era 100% eficaz contra o estafilococo, teve essa eficácia reduzida em algumas décadas para 10%.

Nos anos 90, um levantamento mostrou que, em apenas quatro anos, a porcentagem de enterococos (bactéria intestinal) resistentes à vancomicina aumentou 20 vezes. A cefalexina, que, quando apareceu, era eficaz contra todas as infecções urinárias, agora só pode ser usada em 30% dos casos. Também a ampicilina perdeu muito de sua utilidade. Um estudo publicado no New England Journal of Medicine mostrou que, em três anos, dobrou a resistência dos estreptococos causadores de pneumonia. Assim como compromete o ambiente, o ser humano está comprometendo os recursos que poderiam ser usados contra doenças.

Isto resulta, antes de mais nada, de um uso excessivo desse tipo de medicamento. Nos Estados Unidos, cerca de 25 mil toneladas de antibióticos são administradas anualmente. E de forma equivocada: em 75% dos casos, trata-se de infecções respiratórias. Destas, a maioria resulta de vírus, contra os quais os antibióticos não têm efeito.

Ao problema da prescrição equivocada, temos de associar a automedicação. As pessoas se veem rodeadas por inimigos invisíveis, que é preciso combater; e aí, dê-lhe antibiótico. Uma verdadeira mania. Mais um fato: 70% dos antibióticos vendidos nos Estados Unidos e provavelmente em outros países são dados a animais, também em caráter “preventivo”. Com isso, aumenta a quantidade de germes resistentes.

Resolver esse problema vai nos melhorar como sociedade. Precisamos tomar consciência de que nosso ato imprudente, ainda que no curto prazo não nos prejudique, resultará num risco geral: atualmente as infecções por germes resistentes matam mais de 70 mil pessoas por ano nos Estados Unidos. A ilusão dos antibióticos custa caro. Perguntem à superbactéria.

Se gostou do post subscreva nosso FEED.
Cópias não permitidas www.blogdocatarino.com
Conheça o SHOPPING DO CATARINO
Protected by Copyscape Online Plagiarism Check

7 comentários:

  1. Catarino
    excelente artigo
    infelizmente, não sabemos desta informação e a automedicação é uma constante aqui no Brasil
    abraço

    ResponderExcluir
  2. Liliane
    A automedicação não prejudica só a pessoa que toma remédios sem acompanhamento médico, mas toda a população com o aumento da resistência dos micróbios.

    ResponderExcluir
  3. Olá Catarino !!

    Excelente artigo muito útil e esclarecedor !!
    Infelizmente a automedicação tem resultado em muitas mortes em todo o mundo, além de prejudicar a saúde da pessoa e até agravar um problema.
    Muito boa a sua iniciativa de alertar sobre os perigos deste assunto tão corriqueiro, mas perigoso em nosso dia a dia .

    Grande abraço !

    ResponderExcluir
  4. Catarino
    infelizmente as pessoas ainda insistem em se automedicar. Toda medida tomada no sentido de reverter esta situação sempre será bem vinda.
    Excelente post,
    abraços,
    Vitor.

    ResponderExcluir
  5. Muito boa esta resolução feita pela Anvisa que visa a proteção da saúde de terceiros,Muito dos que tomam estes medicamentos indiscriminada-mente não sabem o perigo que correm.

    ResponderExcluir
  6. É nada disso! É só pra dar mais lucros pros médicos e pros vendedores de receitas
    no Mercado Negro! hauahuahauaha

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts