Polêmica. Advogados devem ser revistados ao entrar em presídios?

By
Crítica. Advogados devem ser revistados ao entrar em presídios

Uma notícia que está causando uma grande polêmica é a de uma advogada que foi pega entrando no presídio de Montenegro, RS, com 28 aparelhos celulares. Ela foi detida e solta posteriormente, o crime cometido não prevê cadeia. A pesar da Justiça considerar esse crime como de pequena monta, na verdade é um grande negócio, pois um aparelho pode ser vendido por até três mil reais. Ela havia comprado 50 aparelhos, o lucro seria enorme.


Os advogados não são revistados ao ingressar nos presídios para visitar seus representados e isso tem facilitado a entrada de objetos proibidos. A discussão agora é se não seria o caso de revistar todos antes de terem acessos aos presidiários. Um aparelho celular dentro da cela é melhor que uma arma para um preso. A OAB diz que somente aceita que seus filiados sejam revistados se os juízes, promotores e outros servidores da Justiça também sejam. A probabilidade de um juiz ou promotor entrar com objetos ilícitos é bem menor dos que os advogados, considerando que a quantidade destes é muito maior e têm relacionamento próximo com os presos.

Hoje os presos continuam cometendo seus crimes por meios eletrônicos, controlam suas quadrilhas e dão ordens para os comparsas cumprirem. Os celulares estão cada dia mais completos, com um aparelho é possível acessar a internet e com ela o mundo vai parar dentro da cela. O crime mais comum que os presos cometem do conforto de suas celas é o sequestro virtual, aquele famoso golpe em que ligam para um número, aleatoriamente, e dizem que estão com o filho, esposa, ou qualquer outro parente.

Outro golpe utilizado é o do ganhador de prêmios, dizem que a pessoa foi sorteada e para receber os prêmios tem que mandar créditos para seus celulares. Tudo isso é facilitado com a entrada de aparelhos nos presídios. A advogada pega havia comprado 50 aparelhos celulares em uma loja, o proprietário ficou desconfiado e avisou a polícia que passou a monitorar seus atos até pegá-la em flagrante.

Esse caso foi descoberto porque a advogada exagerou na quantidade, pois ao comprar 50 aparelhos em uma única loja acabou se denunciando. Seguidamente é divulgada notícia em que uma varredura nas celas encontra centenas de aparelhos e o sistema carcerário ainda não encontrou uma maneira de inibir a entrada ou de impedir o uso dentro dos presídios.

A OAB suspendeu a advogada, que não poderá exercer nenhuma atividade ligada à advocacia, até o julgamento do caso, quando poderá ser excluída em definitivo e não poderá mais exercer a profissão de advogada.


Central Blogs

Fonte: Notícia e imagem: Zero Hora.

8 comentários:

  1. Tem que ser evistado sim.Isso parece óbvio.

    E demorou para evitar contato direto de presidiário com quem quer que seja do mundo externo.

    Chega de visita íntima e que venha o parlatório de vidros blindados e conversas gravadas.

    ResponderExcluir
  2. Claro que tem de ser revistado, Diploma não é sinônimo de confiança. Não só os advogados, mas todos. só assim garantiremos um pouco mais de segurança.

    E fica uma frase:
    Bandido bom, é bandido isolado, sem contato com familiares, amigos, e qualquer coisa que possa vir do mundo externo...com exceção do carcereiro.

    Só assim vão aprender.

    ResponderExcluir
  3. Advogados acham que estão acima da lei. Mas um advogado só é diferente do cidadão comum dentro de um tribunal ou no seu escritório com o seu cliente e nada mais. Não há nada na constituição federal que diga que o advogado deve ter tratamento diferenciado de nós, pobres mortais comuns. E essa lei que rege que advogado não pode ser revistado na entrada da prisão e outras coisas é balela criada por quem, pela OAB, que acha que os advogados devem ser tratados de forma diferente. Isso jamais deveria acontecer. Essa história de advogado esconder criminoso (cliente) num país com leis mais rigidas estariam presos e no seu devido lugar.

    ResponderExcluir
  4. É MUITO SIMPLES
    (Se não pode revistar o ADVOGADO)
    Revista o PRESO Antes e depois dele
    falar com o seu Advogado ..
    (NÃO TEM MISTÉRIO)

    ResponderExcluir
  5. um advogado é um profissional liberal como qualquer outro, deve sim ser revistado e se não quiser que estude para ser um juiz ou um promotor, e oura advogado pego levando ou trazendo algo de forma criminosa tem que ir para cadeia tambem, sua pena tem quee ser maior que, da´pessoa comum por entender do direito em sua ampla forma...

    ResponderExcluir
  6. Se a OAB é contra, então ela está no mesmo nível dos presidiários e advogados corruptos que tem em enorme quantidade neste país. Pois ela deveria ser a primeira a dar exemplo. Advogados são diferentes em que???? bem pelo contrário, advogogados hj que vão em presídios são os primeiros tem que desconfiar e muito, devem ser revistados como qualquer outro indivíduo, reles mortal.

    ResponderExcluir
  7. Meu! bebe leite, mas não se mete naquilo que tú não entende, vai ler a Constituição Federal, depois conversamos.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts