Saúde do Homem. Andropausa pode causar divórcio.

By
Saúde do Homem. Andropausa pode causar divórcio.

A cada dia se descobre que nossa vida pode ser afetada por problemas de saúde. Os homens são os que correm mais riscos, pois não costumam ir ao médico. Uma notícia divulgada agora é de que a saúde do homem pode causar problemas no casamento e levar ao divórcio. O perigo está numa doença chamada andropausa, nenhum homem pensa nisso e muitas vezes o casamento acaba e essa causa nem é levando em consideração. A notícia publicada no site Terra diz o seguinte:

Estatísticas do IBGE revelam: 57% dos divórcios ocorrem depois que o homem completa 40 anos de idade. Mas não pense que a infidelidade é a única culpada pelas separações conjugais. De acordo com especialistas, um dos principais vilões do casamento entre pessoas dessa faixa etária chama-se andropausa - uma doença hormonal masculina causada pela queda da produção de testosterona.

Segundo o endocrinologista Maurício Bungerd Forneiro, autor do livro Vida e prazer após os 50, cerca de 8% dos homens com idades entre 40 e 49 anos possuem níveis de testosterona abaixo do normal. "Esse índice aumenta para 19% quando o homem atinge os 60. Entre aqueles com mais de 80 anos, a queda significativa do hormônio evolui para 40%. Isso significa que a incidência da andropausa aumenta conforme a idade", afirma Maurício.

Na prática, o homem que sofre do mal tem maior tendência de acumular gordura na região abdominal (a famosa "barriga de chope"), dificuldade para ganhar massa muscular - mesmo entre os que praticam atividade física regularmente -, disfunção erétil, perda de libido, osteoporose, cansaço e até déficit de memória e concentração.

"Com tantas mudanças no comportamento do homem, os relacionamentos podem ser abalados. Isso acontece principalmente entre casais que têm pouco diálogo. A andropausa é um problema fácil de tratar, mas só se houver conversa. Do contrário, ocorre afastamento do casal", acredita o presidente do Departamento de Endocrinologia Feminina e Andrologia da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Alexandre Hohl.

O médico ressalta que o apoio da esposa é fundamental, tanto para diagnosticar, quanto para tratar. "Se o casal vem junto buscar ajuda, é mais fácil. Não é à toa que a mulher vive mais: ela se cuida mais. É importante que ela fique atenta ao marido, pois os homens têm mais dificuldade de procurar o médico. Às vezes o casamento vai mal, mas quando o distúrbio é identificado e o homem começa a fazer a reposição hormonal, a relação volta a ser normal", diz.

No mais, prevenir é melhor do que remediar. "Ter queda hormonal não significa necessariamente que o homem sofrerá com os sintomas, isso depende de como ele manteve sua saúde ao longo da vida. Manter hábitos saudáveis ajuda a evitar o problema", diz.

Se gostou do post subscreva nosso FEED.
Cópias não permitidas www.blogdocatarino.com
Conheça o SHOPPING DO CATARINO
Protected by Copyscape Online Plagiarism Check

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts