Crônica. Origem e Características.

By
Crônica. Origem e Características.

Há alguns dias resolvi escrever algumas histórias e escolhi o formato de crônica. Para rer certeza de que estava fazendo o certo fui procurar o significado e demais características dessa foram de escrever. Escrever corretamente já é difícil e mais difícil ainda é conseguir colocar em palavras a história que queremos contar. Também é difícil fazer com que o texto fique interessante, acredito que só a prática pode melhorar isso. Por isso já escrevi algumas e publiquei aqui, alguns leitores não gostaram e assim se expressaram, se alguém gostou nada disse.

A crônica tem a seguinte origem, segundo a Wikipedia:

A palavra crônica deriva do Latim chronica que significava, no início do Cristianismo, o relato de acontecimentos em sua ordem temporal (cronológica). Era, portanto, um registro cronológico de eventos.

No século XIX, com o desenvolvimento da imprensa, a crônica passou a fazer parte dos jornais. Ela apareceu pela primeira vez em 1799, no Journal de Débats, publicado em Paris.

A crônica apresenta as seguintes características:

A crônica é, primordialmente, um texto escrito para ser publicado no jornal. Assim o fato de ser publicada no jornal já lhe determina vida curta, pois à crônica de hoje seguem-se muitas outras nas próximas edições.

Há semelhanças entre a crônica e o texto exclusivamente informativo. Assim como o repórter, o cronista se inspira nos acontecimentos diários, que constituem a base da crônica. Entretanto, há elementos que distinguem um texto do outro. Após cercar-se desses acontecimentos diários, o cronista dá-lhes um toque próprio, incluindo em seu texto elementos como ficção, fantasia e criticismo, elementos que o texto essencialmente informativo não contém.

Com base nisso, pode-se dizer que a crônica situa-se entre o jornalismo e a literatura, e o cronista pode ser considerado o poeta dos acontecimentos do dia-a-dia.

A crônica, na maioria dos casos, é um texto curto e narrado em primeira pessoa, ou seja, o próprio escritor está "dialogando" com o leitor. Isso faz com que a crônica apresente uma visão totalmente pessoal de um determinado assunto: a visão do cronista. Ao desenvolver seu estilo e ao selecionar as palavras que utiliza em seu texto, o cronista está transmitindo ao leitor a sua visão de mundo. Ele está, na verdade, expondo a sua forma pessoal de compreender os acontecimentos que o cercam.

Geralmente, as crônicas apresentam linguagem simples, espontânea, situada entre a linguagem oral e a literária. Isso contribui também para que o leitor se identifique com o cronista, que acaba se tornando o porta-voz daquele que lê.

Em resumo, podemos determinar cinco pontos:

- Narração histórica pela ordem do tempo em que se deram os fatos.

- Seção ou artigo especial sobre literatura, assuntos científicos, esporte etc., em jornal ou outro periódico.

- Pequeno conto baseado em algo do cotidiano.

- Normalmente possui uma crítica indireta.

- Muitas vezes a crônica vem escrita em tom humorístico. Exemplos de autores deste tipo de crônica no Brasil são Fernando Sabino, Helyda Rezende, Leon Eliachar, Luis Fernando Verissimo, Millôr Fernandes.


Se gostou do post subscreva nosso FEED.
Conheça o SHOPPING DO CATARINO
Cópias não permitidas - www.palavras.blog.br
Protected by Copyscape Online Plagiarism Check

6 comentários:

  1. Uma informação muito interessante. Sempre entendi a crónica, como uma pequena narrativa de opinião, independentemente do estilo literário.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Catarino, parece que estou te perseguindo mas é porque gosto de ler o que escreves. Acho que é o tipo de coisa que faço lá no blog, se bem que as vezes fico perdida nas palavras.

    ResponderExcluir
  3. Legal que você está preocupado em escrever certo e o melhor é que ainda compartilha com a gente seu aprendizado. Vou segui-lo para aprender mais!

    Abraço,

    Manoel

    ResponderExcluir
  4. eu tava precisando disso para um trabalho e esso me ajudo muito eu sabia o que era cronica mais nao sabia explicar com minhas palavras

    ResponderExcluir
  5. Tinha um pouco de dificuldade de entender crÔnicas pra mim era muito chato,mas esse artigo me fez acordar e começei a entender o que realmente o livro crônicas de origem quer dizer.Muito obrigado! sucesso pra ti.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts