Dicas de saúde. Ser extrovertido não garante felicidade.

By

Dicas de saúde. Ser extrovertido não garante felicidade.

Quando uma pessoa é tímida ou introvertida passa a impressão de que é menos feliz do que aquele que é extrovertido. Eu sempre fui introvertido e me sinto plenamente feliz. Agora é divulgado um estudo que comprova que as pessoas extrovertidas não são mais felizes do que os tímidos.

Um estudo feito pelo Instituto de Pesquisa em Timidez da Universidade Southeast, nos EUA, comprovou que embora estejam sempre papeando e saindo para festas, os extrovertidos não são mais felizes do que as pessoas mais tímidas. Muitas vezes uma pessoa extrovertida parece estar feliz justamente pelo comportamento que apresenta e o tímido, por ser mais reservado, dá a impressão de não ser tão feliz quando o outro.

O estudo, divulgado pelo jornal britânico Daily Mail comparou estudantes universitários introvertidos e extrovertidos e descobriu que os tímidos contam mais com os familiares, amigos, estratégias cognitivas e têm pensamentos positivos. "Você não precisa sair e festejar sempre para ser feliz e esse é o sentimento da maioria dos universitários, em especial dos calouros. O essencial é manter contato com familiares, amigos e com aqueles com quem você tem uma conexão significativa", sugeriu Bernardo J. Carducci, que liderou o estudo.

Outro estudo de Carducci destacou que os estudantes se sentem satisfeitos quando tem orientação para atingir seus objetivos, mais do que os que não têm um foco. "Eles não festejam mais do que os outros, mas passam muito tempo no que chamamos de reflexão espiritual. Esse é o tipo de gente que tende a ser mais feliz", explicou.

A Timidez ou o Acanhamento pode ser definida como o desconforto e a inibição em situações de interação pessoal que interferem na realização dos objetivos pessoais e profissionais de quem a sofre. Caracteriza-se pela obsessiva preocupação com as atitudes, reações e pensamentos dos outros. A timidez aflora geralmente, mas não exclusivamente, em situações de confronto com a autoridade, interação com algumas pessoas: contato com estranhos e ao falar diante de grupos - e até mesmo em ambiente familiar.

Carl Gustav Jung (conhecido como um dos maiores psicólogos do século XX e dos que mais estudou a personalidade humana no contexto das relações do homem com o mundo externo e com a comunicação entre as pessoas) distinguiu duas formas de atitudes/disposição das pessoas em relação ao objeto: a pessoa que prefere focar a sua atenção no mundo externo de fatos e pessoas (extroversão), e/ou no mundo interno de representações e impressões psíquicas (introversão). Cada tipo de disposição representa tão somente uma preferência natural do indivíduo no seu modo de se relacionar com o mundo, semelhante à preferência pelo uso da mão direita ou da mão esquerda. Assim, em relação ao tipo introvertido e extrovertido ele revelou: “um encarrega-se da reflexão (introvertido); o outro, da ação (extrovertido).”

Se gostou do post subscreva nosso FEED.
Fonte: Saúde Terra
Wikipedia
Cópias não permitidas www.vivercomsaude.com
Conheça o SHOPPING DO CATARINO
Protected by Copyscape Online Plagiarism Check

3 comentários:

  1. eu tinha sociofobia e só precisei acreditar em mim mesmo e consegui superar; tinha medo de flar em publico, em voz alta e de passar vezame, me sentia humilhado quando acontecia isso; hj eu sinto vergonha, mas pelo menos num é tanta como antes; tenho ainda alguns problemas, mas talvez eu consiga superar.

    ResponderExcluir
  2. Timidez é uma limitação tão forte quanto limitações físicas, isso é fato, e se vc deixar, acaba com sua vida.

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho esse problemão!
    Tenho uma séria fobial social, mas já estou tratando.
    E como disse o 1º anônimo "basta confiar em si mesmo"
    Essa é chave!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts