A história da tinta solúvel em água.

By
crônica, opinião, história

Meu pai era construtor e quando eu era criança gostava de ir, depois da escola, brincar na obra. Naquela época a tinta mais usada para pintar as casas era a que exigia um solvente a base de petróleo, parecido com querosene. Em uma determinada obra o proprietário viajou à Porto Alegre, morávamos em Cacequi, e trouxe a tinta que seria usada na pintura da casa.

Eu havia aprendido a ler a pouco tempo e, para praticar, lia tudo o que via, placas de loja, anúncios de vitrine, nome de ruas. As tintas compradas estavam depositadas em um quarto e comecei a ler os rótulos de todas as latas. Fiquei sabendo tudo sobre cada uma, para que servia e como devia ser usada.

Num certo dia havia chegado o momento de iniciar a pintura e os homens encarregados pegaram as latas e foram prepará-las. Um deles abriu uma lata de tinta e colocou solvente para diluíla. Quanto mais solvente colocava mais embolada ficava a tinta. O homem resolveu parar e foi conversar com meu pai, pois não entendia o que estava acontecendo.

Percebi a conversa e me meti no assunto e disse que a tinta era solúvel em água. Todos riram, pois eram pintores há anos e nunca tinham ouvido falar de tamanha besteira. Meu pai resolveu ler o rótulo da lata que o homem tentava diluir com solvente e lá estava escrito que devia ser adicionado um percentual de água para que fosse possível iniciar a pintura.

Abriram outra lata e misturam a quantidade de água indicada e deu certo. Fizeram a separação das tintas destinadas à pintura das paredes, que eram solúveis em água, das destinadas a pintura das portas e janelas, que eram solúveis em solvente, chamadas de tinta à óleo.

Até hoje tenho o costume de sempre ler de tudo, pois não basta saber ler, tem que gostar de ler e ler de tudo. As coisas mudam e se nos mantemos lendo estaremos sempre sabendo das novidades. Em meu trabalho tenho que ler muito e todas as manhãs verifico todas as novas instruções, normas e leis e me atualizo.

Se gostou do post subscreva nosso FEED. 
Cópias não permitidas www.blogdocatarino.com

3 comentários:

Deixe sua opinião, ela é muito importante para nosso trabalho.

Popular Posts